Lilypie Second Birthday tickers>
Sexta-feira, 16 de Outubro de 2009

O nascimento da Madalena

Olá,

 

Como já sabem, nasceu a minha filha, no dia 9 de Outubro. Para a posteridade e para quem tiver paciência de ler, vou tentar descrever todos os momentos desse dia.

Nas últimas semanas, acabei por não escrever muito, porque tive cá em casa a companhia de uma tia, que ficou a "vigiar-me" para o caso de acontecer qualquer coisa. Entretanto, fomos à última consulta, onde se verificou que estava tudo bem com a rapariga e comigo e combinar os últimos pormenores para o parto, que seria no dia 12.

Mas... a Madalena decidiu que ninguém marcava nada na vida dela e que ela é que iria nascer quando lhe apetecesse.

Assim, no dia 9, quando o pai se levantou, para ir trabalhar, eu decidi ir à casa-de-banho, quando, para minha surpresa, apareceu uma ligeira mancha de sangue. Depois de muito pensarmos, devido à falta de mais sintomas, lá decidimos ir até à maternidade por descargo de consciência.

Quando chegámos lá, fui vista por uma enfermeira que me mandou comer para depois fazer registo de CTG. Assim fiz e, após o registo, fui vista por um médico que achou que, devido à placenta prévia e ao adiantado da gravidez, não valia a pena esperar mais e disse para o pai ir buscar as malas ao carro. Ainda brinquei com os médicos e pedi para ir fazer a depilação e a manicure que tinha marcado para a tarde. Eles riram-se e disseram-me para fazer essas coisas para o pai, porque eles não precisavam e que eu tinha de ficar ali para receber a Madalena. Confesso que fui apanhada de surpresa, ainda liguei à minha GO, mas ela concordou que era melhor eu ficar. Nesta altura, estávamos os 2 meios aparvalhados sem perceber muito bem que já era nesse dia que íamos conhecer a Madalena.

O pai lá foi buscar as malas, enquanto eu aguardei para depois subirmos. Pediram-me para separar as coisas para a sala de partos e identificaram as malas que mais tarde foram ter ao meu quarto.

Fomos então para o 2º piso da maternidade, onde aguardaríamos por vez no bloco. O N. esteve sempre comigo. Estava a ser um dia agitado (soubemos depois que nasceram 18 bebés no mesmo dia). Deram-me a bata maravilha para vestir, tiraram-me sangue para análise e fizeram-me um restinho de depilação - que eu já andava a fazer a cera há tanto tempo para no fim acabar por ser com gilete :( . 

Esperei, então, deitadita numa cama e a passar fome e sede. Fui avisando por telemóvel que a bebé ia nascer e estava quase a adormecer, quando me sinto muito molhada. Pensei que seria sangue, mas afinal não era. Tinha rebentado a bolsa das águas, para minha grande surpresa, visto que não sentia mais nada. Pedi ao N. que avisasse a enfermeira, que chamou logo uma obstetra para me ver. Esta recusou-se a ver-me, devido à placenta prévia. A enfermeira fartou-se de mandar vir com ela e acabou por me ver ela e contactou com outros obstetras, confirmando que estava tudo bem e que podia aguardar mais um pouco, desde que não aparecesse sangue. Isto eram cerca das 2 da tarde. Ligaram-me ao CTG  para ir confirmando que estava tudo bem com a Madalena e comigo. No entretanto, comecei a sentir algumas contracções, mas sem grande dor. 

A anestesista veio falar comigo, apresentou-se e explicou-me quais os procedimentos por que ia passar. Disse-me que estávamos à espera do resultado das análises.

Pouco depois chama-me para ir para o bloco e põem-me numa maca com o carapuço na cabeça. Já estava tudo preparado, quando a anestesista volta e diz que o resultado de uma das análises vinha alterado e que, assim, não me dava epidural. Disse-me que, se eu quisesse esperar, faziam de novo  a análise, visto que era um valor facilmente alterável e, sendo que durante toda a gravidez eu tinha tido o resultado normal, o mais provável era que este resultado fosse falso. No entanto, deixou-me escolher e, se eu quisesse ir naquela hora, ela dava-me anestesia geral. Eu preferi esperar e fazer epidural.

Assim foi. A análise não demorou muito e pouco depois chamaram-me de novo.

Lá fui eu, numa cena  tipo filme, levaram-me por um corredor até ao bloco. Mesmo antes de entrar, deixaram-me despedir do N. 

No bloco, os médicos e enfermeiros foram muito simpáticos e estiveram sempre a meter conversa comigo, enquanto me explicavam tudo o que se passava. A anestesista demorou bastante a dar a epidural e mesmo assim não pegou bem. Quando começaram, eu estava a sentir alguma dor. Por isso, acabaram por me adormecer. Quando acordei, já a Madalena estava a chorar no quarto ao lado. Eu estava a dizer ao médico que ela vinha programada para não chorar e ele disse-me: "Pela amostra que eu estou a ouvir ali ao lado, acho que não vai ter grande sorte!" Só aí é que eu percebi que era o choro da minha filha. Ela chorou!! Estava viva e saudável! Logo a seguir, trouxeram-ma e eu chorei feito uma Madalena. Não consegui dizer nada... só vê-la. 

Levaram-na para o pai, acabaram de me tratar e, quando me vieram buscar ao bloco, deram-ma de novo e eu tornei a chorar. À saída, estava o pai à nossa espera e eu só conseguia pensar que tinha a bebé mais linda do mundo e que a minha família era um espectáculo.

A Madalena vinha cheia de fome e eu dei-lhe logo de mamar. E assim, ficámos os três, para sempre.

Só posso dizer estas coisas que são lugar-comum. Mas a verdade é que ter a nossa filha nos braços é a melhor sensação do mundo, é ter a certeza de que é impossível haver amor maior e que mais nada importa.

A partir desse momento, as preocupações todas que eu tinha desapareceram. O querer ter parto normal, o medo da cesariana, o querer vê-la nascer, o querer que o pai lá estivesse - tudo isso não se concretizou e não teve importância nenhuma perante a enormidade do olhar para a nossa filha.

Queria deixar aqui um agradecimento a todo o pessoal da Maternidade Bissaya Barreto que me acompanhou. Desde a entrada nas urgências, às dificuldades do pós-parto (que não foram pêra doce), aos problemas com a subida do leite, todos os que estiveram comigo - médicos, enfermeiros e auxiliares -  foram 5 estrelas. Muito pacientes, compreensivos e carinhosos. Eu que tinha algum medo por a maternidade já ser um pouco velha e por achar que o pessoal era meio antipático, acabei por ser surpreendida muito pela positiva. Tive tratamento de luxo. 

Hoje, ao olhar para a minha filha que dorme aqui ao meu lado, que nasceu depois de tanto sofrimento - de ter perdido 2 bebés e de ter passado por uma gravidez de risco sempre com o coração nas mãos -  sei que tudo valeu a pena e que estou maior e sou melhor pessoa.

Ao meu outro grande amor, agradeço a paciência, o carinho e a dedicação a mim e à nossa filha. A nossa família é linda e a harmonia do nosso amor está cada vez mais sólida e mais resistente. 

A quem me acompanhou neste blog até aqui, agradeço a companhia e a força que me deram e peço desculpa pela lamechice deste texto, mas este é um dos momentos na vida em que eu tenho de me render mesmo à lamechice.

 

 

publicado por trintona às 22:55
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De susel a 19 de Outubro de 2009 às 09:52
e eu já estou aqui a chorar só de ler as ultimas linhas.....
Sejam felizes.

beijos
De lina a 30 de Novembro de 2009 às 13:10
ola. Queria muito dar os parabéns aos papás e à Madalena.
Quero dizer-te que tb adorei a maternidade Bissaya Barreto e que todo o pessoal é deveras 5 estrelas. Não tenho qualquer queixa acerca deles. A minha unica queixa é para as camas que são muito altas e para quem esta no estado em que estamos não dá muito jeito subir e descer... mas isso é o minimo.
Não acho que sejas lamechas. Não é todos dos dia que somos mães. que damos vida a um ser. Que para nós é sempre o mais lindo do mundo.
ser mãe é a melhor coisa do mundo.
Topdas as adversidades que passamos ate chegar a este momento, valeram a pena, pois este é o nosso tesouro!!
Beijinhos e muitas felicidades.

Comentar post

.Eu

.Email

trintona78@sapo.pt

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Plano de fim de semana

. Meninos e Meninas

. Terrible two

. Declaração

. Madalenices

. Sobre o meu último mês

. Madalenices

. 30 meses

. Voltar

. Porquê?

.links

.investigar a fundo neste blog

 

.arquivos

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

.A Tempo Inteiro

Meez 3D avatar avatars games

visited 12 states (5.33%)
Create your own visited map of The World or Best time to visit Eze