Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Towards Home

A casa-família que se vai construindo.

Towards Home

A casa-família que se vai construindo.

22 semanas

15
Jun09

Fiquei mesmo afastada desde a semana passada. A culpa foi do fim-de-semana gigante. O N. esteve em casa os 5 dias e claro que nós tínhamos de aproveitar. Foi bom. Apesar das aventuras não serem muitas, porque não podemos, pelo menos já não estive tanto tempo sozinha e deu para decidirmos algumas coisas.

Assim, a Madalena começa a ter algumas prendinhas. Como já vos tinha dito, aproveitámos uma promoção e comprámos o trio do carrinho e uma cadeira para comer que é ao mesmo tempo espreguiçadeira. Estas duas compras vão fazer com que a cama de grades fique grátis. São os investimentos maiores. Custou, mas já está feito. Também já chegámos aos 5 meses e já começa a ser hora de arranjarmos as coisas. Eu tinha decidido que seria para mais tarde, mas a verdade é que isso vai contra a minha natureza. Eu costumo preparar tudo com muita antecedência.

Já lavei uma máquina de roupa da pequenota, porque ofereceram-me mais em segunda mão e vinha a cheirar a roupa que está guardada há muito tempo. Assim, lavámos quase toda e o pai dedicou-se a passá-la a ferro, porque eu ando nesta vida de dondoca e não faço nada a não ser dar ordens.

Finalmente, fiz depilação.Livrei-me da mulher da selva que existia em mim.  Depilei tudo mesmo, à brasileira. Assim, vou-me preparando já para o parto (lol). Vamos ver se eu consigo não deixar crescer muito os pêlos para não me tornar a custar tanto como desta vez..

A barriga continua a crescer bastante (já actualizei o slide) e a Madalena a mexer muito. A menina bebé já tem força para me acordar com os pontapés. Ainda por cima, anda com os horários trocados. Mexe-se mais nas horas de dormir e está mais quieta durante o dia. Acho que isto não deve ser um bom prenúncio para noites futuras.

Vou ter mais novidades dela na quarta-feira. Vamos fazer a dita cuja ecografia morfológica. Por incrível que pareça, não estou tão ansiosa desta vez. Estou confiante de que vai estar tudo bem com ela. Esperemos que assim seja.

21 semanas - O que sinto quando a sinto

08
Jun09

Às 21 semanas, continuamos bem e calmas.

Eu continuo sem passar dos 3 kg - era bom que conseguisse manter-me assim até à próxima consulta.

A Madalena sente-se cada vez mais e de maneira mais forte e os pais passam o tempo todo a tentar senti-la. Já se nota que cresceu e que tem mais força.

Tenho saudades dela! Isto de só se ver a bebé uma vez por mês não está com nada. No caso da próxima consulta, vai ser com 5 semanas da anterior. Vamos dia 17 de Junho fazer a eco morfológica.  Continuo a dizer: se eu pudesse, tinha um ecógrafo em casa.

 

Queria conseguir descrever o que sinto quando a sinto na minha barriga. Talvez para ela, mais tarde, se quiser, ter noção. Mas acho que não consigo. Eu não senti as borboletas na barriga, nem formigas, nem nada disso. No início, espero que ela me perdoe, confundia os movimentos dela com os dos intestinos. A sensação de haver movimento na minha barriga que eu não conhecia e muito menos controlava era estranha.  O que se "estranhava" passou a ""entranhar-se" e, neste momento, adoro sentir a vivacidade dela e espero que ela treine muito bem todos os movimentos.  Agora, está tudo mais perceptível. Sei que é ela a mexer-se e ela reage ao toque e penso que também ao som da minha voz. Em princípio, é sinal de que tudo está a desenvolver bem. O pai também tem "conversado com ela" e penso que, para já, se estão a entender bem.

Oiço menos vezes o coração dela, porque, como a sinto, estou mais confiante. Mas antes de nos deitarmos, ouvimos sempre meio minuto, só porque é o som mais bonito do mundo. O som que eu nunca mais vou deixar de ouvir.

Já decidi vários produtos de puericultura a comprar - o carrinho e acessórios, a cadeira para comer (que é ao mesmo tempo espreguiçadeira), o berço e a banheira. As compras vão começar esta semana para aproveitar uma promoção. Para mim, ainda acho um bocadinho cedo. Eu sou daquelas que prefiro que a gravidez avance mais para comprar as coisas. Mas a parte monetária conta muito e é preciso aproveitar.

Entretanto, ela já recebeu mais roupinha, o que vai ajudando sempre. Gostava era que as pessoas comprassem com mais bom senso, porque há muitas peças que eu acho que não lhe vou conseguir vestir, porque estão a comprar roupa agora (de Primavera) e ela vai nascer em Outubro. Esperemos que seja um Outubro quente.

A outra novidade é que, em princípio, um dos priminhos vai ser um rapaz. A minha cunhada fez a eco das 11 semanas e está tudo bem com os gémeos - 1 parece ser rapaz e o outro não deixou ver.

20 semanas

01
Jun09

Chegámos às vinte semanas, ao hipotético meio do caminho, no dia da criança.  A data é a melhor possível.  Sinto-me muito bem. Não tem sido um caminho fácil, mas tem sido de vitória. Espero que a segunda parte continue a trazer cada vez notícias melhores. A barriga está enorme e eu estou a adorar.

Este fim-de-semana trouxe algumas novidades. O N. já sente a Madalena. No iníco, não ligou muito, porque ela mexeu só uma vez e muito leve. Mas, ontem à tarde, a rapariga andava num reboliço cá dentro e o pai resolveu ficar a babar sobre a barriga. Agora, a comunicação deles começa a ser cada vez mais perceptível.

 

Tornei a sair no Sábado - agora é o meu dia de borga. Lá fomos a 30Km/hora até Coimbra e finalmente entreguei os papéis para receber os fabulosos 33 euros de subsídio pré-natal. Também fomos à Bebeconfort. Gostámos muito da loja, apesar de não ser muito barata. Mas, para já, andamos só a comparar produtos e preços. Comprámos só 2 fraldinhas de pano e um babete muito giros para a lady.O N. ficou todo entusiamado com uma t-shirt que diz: O meu pai é o maior. É um cromo!

 

Também fomos à Zippy e vimos uma promoção, em que nos dão 20% em cartão continente se comprarmos o carrinho e acessórios até dia 14 de Junho. Nós tínhamos planeado comprar tudo nos saldos, mas agora esta promoção é bastante atractiva. Temos mesmo que pensar no assunto e não temos muito tempo. Também já começa a ser hora de nós comprarmos qualquer coisa, porque, até agora, os pais só ofereceram à Madalena meias, 1 gorro, 1 babete e 1 boneco.

 

Parece-me que a Madalena vai ser uma shopaholic, pois mexia-se sempre que entrávamos em lojas de bebés.

 

Depois, como eu comecei a ficar cansada, voltámos para a minha prisão domiciliária, visto que os abusos já começavam a ser muitos para quem continua de baixa com placenta prévia. Agora, saídas, só no próximo sábado, com sorte!

19 semanas

26
Mai09

Balanço da semana 19: 

  • 3 kg a mais, já devida ou indevidamente atingidos;
  • alguns pontapés/murros ainda pequeninos na barriga;
  • muita rinite/sinusite à mistura,
  • consequente dor de cabeça, que me impede de passar aqui muito tempo.

Valha-me o MEO e foi instalado há pouco tempo e que me tem feito bastante mais feliz. Deixei de ver a Praça da Alegria!!!!

 

A Madalena continua com um coração forte e isso faz com que a dor de cabeça pareça menor.

 

18 semanas

21
Mai09

Este post já vem um bocadinho atrasado, pois as 18 semanas já se fizeram na segunda-feira. Agora já vamos a caminho das 19. Mas, para não deixar em branco, vou registar como se passou a última semana.

Eu continuo em casa,  sem me movimentar muito. Por isso, já engordei quase os 3 kg. Ainda não cheguei bem aos 3, mas está quase lá. Não me queria chatear muito com o assunto, mas, a verdade é que eu não consigo. Eu até acho que, para quem tem tendência para engordar, está grávida e está de repouso em casa, sem qualquer actividade física, engordar 3 kg até às 18 semanas nem é muito mau. Mas o peso a aumentar chateia-me sempre.

Tenho umas dores ao fundo da barriga das quais não gosto nada, mas a GO diz que e normal. Eu preferia mesmo que elas não andassem lá. Tem-me ajudado muito ter o Angelsounds para ter sempre a certeza de que o coraçãozinho está sempre a bater.

Na terça feira, arranjei coragem e decidi dar uma voltinha pequenina e em câmara lenta na rua. Fui ao cabeleireiro (a 10 min. de casa a pé) e finalmente dei um jeito a este cabelo que já estava em situação calamitosa. Vim um bocadinho mais contente.

A Madalena já se vai sentindo algumas vezes, apesar de ainda não me ter dado nenhum valente pontapé. E eu até queria... Não gosta muito de estar apertada e, se eu estiver mal sentada, sinto-a logo. Tambem a sinto melhor de manhã do que ao fim do dia.

Não tenho bem a certeza, mas acho que ela já me vai ouvindo. Por isso, canto-lhe todos os dias a Canção de Embalar do Zeca Afonso. Está a música aqui ao lado. Pode ser que ela se habitue e consiga acalmar-se a ouvi-la quando nascer.

Ando a dar um jeito ao quarto dela. Já estava mobilado. Por isso, não vou comprar mobília infantil. Compro só o berço e umas prateleiras para pôr brinquedos. Para já, tenho-me entretido a tirar de lá a nossa roupa e outras tralhas para começar a arranjar espaço para o novo membro da família que, graças às prendinhas que recebe, já vai tendo muita coisa.

Agora, começo a sentir curiosidade em relação a ela. Imagino-a cabeluda, de olhos verdes (como 3 dos avós), cara redondinha, alegre e calminha. Será que vai ser mesmo assim?

o Gijo (o meu gato) já percebeu que não se pode deitar na minha barriga e põe só a cabecita. Assim, vai entrando em contacto com ela, mesmo dentro da barriga. Ele nunca faz mal a ninguém. Quando cá vêm crianças, puxam-lhe a cauda, pegam-lhe ao colo, fazem dele o que querem e o desgraçado limita-se a olhar para nós com cara de desespero e a fugir logo que pode. É muito pacífico e meiguinho, nunca bufa nem arranha ninguém por mal. Estou mesmo a imaginá-lo a aproveitar-se do quentinho da Madalena para se ir deitar ao lado dela a fazer miminhos. Acho e espero que eles sejam bons amigos.

É uma lady!

14
Mai09

Ontem fui à consulta e saí de lá com boas novidades.

Mas eu vou relatar tudo por ordem.

A consulta estava marcada para as 8 da noite. Quando chegámos lá, a secretária disse-nos que estava muito atrasado e que era melhor irmos jantar. Fomos, então, jantar a um restaurante chinês, lá pertinho. Soube-me bem jantar fora, mas eu fiquei um bocadinho chateada, porque assim, quando me fosse pesar, já era 1 kg a mais. Logo eu que tinha estado a tarde toda de pernas no ar, para não ficarem inchadas e que tinha comido pouco para ver se enganava a balança da médica. Enfim!

Voltámos ao consultório e só fomos atendidos perto das 10 da noite - acho que esta médica não é mesmo normal.

Disse-me que o rastreio bioquímico tinha vindo negativo e, portanto, não é preciso fazer amniocintese. As análises também estavam bem. Menos um peso na minha cabeça. Avaliou a tensão - estava bem.

Passámos ao momento terror - a balança. Mas nem correu muito mal - lá, só dava 2 kg a mais. A médica disse-me que eu estava muito bem, no limite certinho para eu não engordar demais e para a bebé não passar fome.

Fomos então para o ecógrafo, que é, definitavemente, o melhor aparelho do mundo. Se não fosse tão caro, eu comprava um só para mim.

A bebé estava a dormir - foi a primeira ver que a vimos tão quietinha. A médica lá bateu na minha barriga para a acordar e ela bocejou :) Estava mesmo com vontade de dormir. Depois, lá se começou a mexer e a médica procurou logo o sexo. Disse-nos que quase de certeza que é uma menina. Embora, não possa garantir totalmente.

A rapariga é uma ginasta. Consegue pôr as pernas atrás da cabeça e a confusão entre mãos e pés é geral. Chega mesmo a pôr o pé na boca - acho que vamos ter de lhe ensinar umas regrazitas de higiene. Apesar do ecógrafo ser normal, conseguimos vê-la a engolir líquido amniótico. Estava a começar a jantar.

A lady é muito comprida e pesa 230 gramas. Tem fémures grandes. A GO disse que ela vai calçar 40, no mínimo.

Está tudo muito bem com a menina.

Quanto ao meu descolamento, já está quase colado - muito bom. Não preciso de me preocupar com o mioma. O problema continua a ser a placenta prévia. Ainda não subiu. Por isso, continuo de baixa. A parte boa é que já posso sair de casa, apesar de as viagens de carro não serem muito aconselhadas. Posso fazer percursos pequenos, em estrada boa, poucas vezes.

Estou a pensar sair uma vez por semana até Coimbra, para ir às compras e ao cinema, ou qualquer coisa do género.

As tarefas domésticas continuam proibidas, bem como os pesos e os esforços. Tenho que continuar a portar-me bem. É isso que eu vou fazer.

O pai e eu estamos muito contentes. Fartámo-nos de fazer perguntas e parecíamos dois babaditos.

A verdade é que a nossa menina é linda de morrer. É uma bela e formosa  Madalena.

 

Desejos

05
Mai09

Hoje, ao ver fotos de bebés, descobri um desejo que eu tenho para o/a meu/minha.

O que eu mais quero é que seja um/a bebé sorridente.

Claro que quero saúde e que seja perfeitinho/a, mas, depois disso, ou ao lado disso, quero ter um/a bebé com um sorriso radiante.

Não importa se vai ser menino, ou menina, engenheiro, ou artista, alto ou baixo, etc., etc., o que eu quero mesmo é que ele/a seja muito feliz!

16 semanas

04
Mai09

Pois é, hoje termino as 16 semanas.

É provavelmente a fase em que eu me sinto melhor desde o início da gravidez. Apesar de ainda estar em casa de baixa, já me vou levantando. Não faço grande coisa, mas, pelo menos, não passo o dia deitada. Como já há mais de uma semana que não tenho tido hemorragias, nem corrimento, o meu ânimo tem estado bastante melhor. Ouvir o coração da miniatura também sabe muito bem. Pelo menos, tenho a certeza de que está viva e com um coraçãozinho forte e acelerado.

Ontem, quando acordei, tivemos uma surpresa - a minha barriga estava torta. Tinha um alto do lado direito. Não sei muito bem o que era, mas devia ser a miniatura a empurrar qualquer coisa que a estava a chatear.

No fim-de-semana, tivemos muitas visitas, que são sempre boas. O pobre do meu marido é que não tem tempo nenhum para descansar.

A miniatura recebeu muita roupinha de prenda e eu também tive direito a uma prendinha do dia da mãe que a minha mãe me trouxe.

Tenho que começar a elaborar uma lista de coisas a comprar, mas juro que não faço a mínima ideia das quantidades necessárias.

Hoje, madámos vir duas fraldas reutilizáveis, só para ver como são. Depois, temos de comprar mais, mas não sei muito bem quantas...

De resto, não tenho mais novidades. Como não faço mais nada, nem saio de casa, não tenho sobre o que falar. Só no dia 13 é que vou a nova consulta  e aí já devo ter mais novidades.

Entretanto, vou cuscando as vossas aventuras.

15 semanas

27
Abr09

Hoje completamos 15 semanas. Quase que nem acredito que chegámos a esta fase que para mim parecia sempre tão longínqua, quando eu pensava em engravidar, ou na gravidez. Por isso, sinto que eu e a miniatura estamos de parabéns e cada vez me parece mais que tudo vai correr bem.

Entretanto, fiz esta aquisição:

Este aparelho permite ouvir o coração do bebé. Quando chegou, na sexta-feira, eu achei que não ia ouvir logo, por ainda ser cedo. Mas afinal, depois de procurar um bocadito, lá encontrei aquele tum-tum acelerado, que me faz ficar tão calma. Dá-me vontade de ficar a ouvir o dia inteiro, mas tenho-me contido e vou lá só para saber se está tudo bem. A verdade é que, sendo ansiosa como eu sou, este aparelhito consegue com que eu sossegue. O corrimento também parece ter desparecido de vez, o que contribui em muito para a minha boa disposição.

Nota-se que a miniatura não pára quieta, porque o som está sempre a fugir e a mudar de sítio. É muito agitada. O que lhe vale é que ainda vai tendo espaço.

 

Até agora, engordei 2 kg. Não sei se é muito, mas espero que não, porque e já sou pesada que chegue e, como estou parada, tenho medo de ficar obesa e de isso prejudicar a miniatura. Por isso, tenho que fazer alguns esforço dietéticos.

 

Consulta das 13 semanas

22
Abr09

Faz hoje uma semana que fiz a ecografia das 13 semanas. Foi, sem dúvida, a mais bonita até agora. Estive na consulta cerca de hora e meia e mais de metade foi para a ecografia. A miniatura está perfeitinha e tem fémures grandes, o que quer dizer que vai ser alto/a. Também não tinha a quem sair pequenino/a. Eu meço 1,70m e o pai 1,85m.

Fartou-se de se mexer, de dizer adeus, abriu e fechou as mãos e escorregava dentro do saco, como se estivesse a brincar.

Nós ficámos tão vidrados na ecografia que nos esquecemos de perguntar montes de coisas, inclusivamente, se era menino ou menina. Sempre que oiço as palavras mágicas - "Está tudo bem", parece que mais nada importa. Acho que já estou no céu e que tudo vai correr bem. As incertezas voltam depois.

A placenta continua uma porcaria, mal colocada e ainda com descolamento. Eu continuo a perder sangue/ corrimento. Por isso, parece-me bem que a baixa vai ser longa...

Conseguimos, no entanto, falar sobre a criopreservação das células estaminais e a médica é de opinião que, se podemos, devemos fazer. E pronto, acho que ficou decidido. Só falta saber com que empresa. Tenho de investigar mais sobre os serviços e preços.

No fim e com autorização da GO, fui ao Forum Coimbra comprar as primeiras e provavelmente únicas calças de grávida. Das minhas já só tenho um par que me sirva. Comprei já umas que ficam grandes para ver se duram até ao fim, visto que, por este andar, só vou precisar delas para ir às consultas.

Fiz as análises e veio tudo bem. Tenho que as mostrar depois à médica.