Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Towards Home

A casa-família que se vai construindo.

Towards Home

A casa-família que se vai construindo.

Consulta

23
Jul09

Fui à consulta das 27 semanas.

A Madalena está óptima. Pesa 1,063 Kg. No normal, portanto. Está é bastante comprida. Pelo andar da carruagem vai ser modelo. Alta e elegante. Uma giraça!

Já aqui a orca da mãe vai nos 5kg a mais. No início a balança da médica ainda deu que eu tinha emagrecido 1 kg. Eu fiquei toda contente. A médica diz:" Andou a fazer dieta!" E eu, feita parva, mais valia não ter dito nada, abro esta bocarra para dizer: "Não andei não, mas desta vez a sua balança dá menos peso que a minha e eu não me queixo." E não é que ela vai ver e a balança estava mesmo mal regulada! Acertou-a e mandou-me subir outra vez e lá apareceu o quilito a mais. Ainda por cima tem o desplante de me dizer que a grávida que tinha acabado de sair também tinha dito qualquer coisa e ela não tinha ligado. Assim, a outra ficou beneficiada, com menos peso e eu não!!!!! Injustiças...

Entretanto viu as análises e eis que eu tenho anemia e a glicémia muito baixa. Não entendo estas coisas... Sempre associei estes problemas às (reles e ordinárias) pessoas magras. Afinal, eu também tenho anemia e hipoglicémia. Provavelmente, os quilos a mais e as banhas do meu corpo são pura ficção... Só pode!

Resultado: estou a Folifer e posso comer os doces que me apetecer (ou não, por causa do peso).

Em relação à Madalena, nem sequer a vimos muito bem, porque a médica andou a medir órgãos e mais órgãos, rins, ureteres, bexiga, etc, etc. Ouviu o coração e, pelos vistos, está tudo normal. Ainda bem! É isso que se quer. Claro que sua eminência infantil não parou quieta e a médica ainda teve de a mandar parar para poder medir. Claro que ela não obedeceu...

De resto, falámos da cesariana que vai ser marcada pela médica na maternidade e eu não preciso de fazer nada. Em princípio, nasce às 38 semanas. A minha placenta continua prévia e, portanto, não há solução - estou em prisão domiciliária até ao fim. Esperemos que eu não volte a perder sangue, se não, volto a ficar de cama a tempo inteiro e não me apetecia nada.

Perguntei-lhe sobre cintas e faixas e ela disse que, no meu caso, não aconselha para já, porque é melhor eu não apertar a barriga, mas que aconselha cinta pós-parto. Tenho de comprar uma para ver se levo logo para a maternidade.

Além disso, vamos tratar da criopreservação das células estaminais. Começa a ser tempo disso.

P.S. - Hoje, o N. vai jantar com o nosso primeiro-ministro. Eu já tratei de lhe dar uns tomatitos bem vermelhinhos e uns ovitos podres para levar como oferendas da família. Parece-me bem.

 

XAU! Tenho que ir acabar de concorrer, se não, ainda fico desempregada para o ano.